Patio alfacinha

patio alfacinha

Quais são as vantagens do Páteo Alfacinha?

No Páteo Alfacinha encontrarão o ambiente típico de uma Lisboa passada e o espírito mais cosmopolita da cidade. Todos os pratos confecionados são elaborados com ingredientes de grande qualidade. Situa-se em pleno centro de Lisboa, e representa o espaço ideal para viverem um casamento marcado pelo requinte, bom gosto, modernidade e tradição.

Por que escolher o Páteo Alfacinha para o seu casamento?

Trazendo aos dias de hoje, todo o encanto das antigas tradições de Lisboa, o Páteo Alfacinha não só tem o seu nome como oferece a este espaço, a combinação perfeita entre o passado e o presente. Com condições únicas e a garantia de qualidade do Catering Casa do Marquês, este é o espaço perfeito para acolher o copo-de-água do vosso casamento.

Qual é a origem do nome alfacinhas?

De acordo com o Gabinete de Estudos Olisiponenses, no ano de 1943 Fernanda Reis publicou um artigo no Boletim do Grupo Amigos de Lisboa intitulado Alfacinhas, contando que andou pela capital portuguesa a perguntar a razão do nome.

Por que os habitantes de Lisboa são chamados de alfacinhas?

Por que os habitantes de Lisboa são chamados de alfacinhas? Em Portugal, quem nasce na capital Lisboa é conhecido por “alfacinha”. Segundo alguns dos habitantes dessa cidade, o apelido se deve ao fato de eles serem pacíficos e pequenos. Outros falam que suas sacadas estão cheias da hortaliça.

Por que os lisboetas são chamados de alfacinhas?

Ao chegarem à capital, as sopeiras gritavam “chegaram as alfacinhas”, e rapidamente se começaram a chamar aos lisboetas alfacinhas devido a este pregão. Seja qual for a origem do nome, a verdade é que esta designação é já usada há muito tempo, e ainda hoje é popular nos mais diversos meios de comunicação e nas conversas informais.

Por que os alfaces são tão abundantes?

Esta abundância de alfaces está também ligada a outra explicação apontada pela mesma coluna, que atribui a origem do termo ao facto de este ter sido o único alimento disponível aos habitantes durante um prolongado cerco. ↑ «DIÁRIO DE AGOSTO (I) :: PORQUÊ ALFACINHAS?

Postagens relacionadas: