Escala de braden

escala de braden

Quais são as subclasses da escala de Braden?

Foi validada também para a Língua Portuguesa. A escala de Braden é composta de 6 subclasses que refletem o grau de percepção sensorial, umidade, atividade física, nutrição, mobilidade, fricção e cisalhamento. Todas as subclasses são graduadas de 1 a 4, exceto fricção e cisalhamento, cuja variação é de 1 a 3.

Por que a escala de Braden é válida para a língua portuguesa?

Optamos por utilizar a escala de Braden por ter sido submetida a diversos estudos e testes de confiabilidade e validade em diferentes populações, dentre as escalas mais conhecidas (Norton, Gosnell e Waterloo). Foi validada também para a Língua Portuguesa.

Qual a diferença entre a escala de Braden e a de Norton?

A escala de Braden analisa seis fatores principais no paciente: percepção sensorial, umidade, atividade, mobilidade, nutrição e, por último, a fricção e cisalhamento. Cada uma dessas características é testada e pontuada de 1 a 4, sendo maior quanto mais positivo for o estado do paciente. Qual a diferença entre a escala de Braden é a de Norton?

Por que a escala de Braden é válida para a língua portuguesa?

Optamos por utilizar a escala de Braden por ter sido submetida a diversos estudos e testes de confiabilidade e validade em diferentes populações, dentre as escalas mais conhecidas (Norton, Gosnell e Waterloo). Foi validada também para a Língua Portuguesa.

Qual a diferença entre a escala de Braden e a de Norton?

A escala de Braden analisa seis fatores principais no paciente: percepção sensorial, umidade, atividade, mobilidade, nutrição e, por último, a fricção e cisalhamento. Cada uma dessas características é testada e pontuada de 1 a 4, sendo maior quanto mais positivo for o estado do paciente. Qual a diferença entre a escala de Braden é a de Norton?

Postagens relacionadas: