Monte dos pensamentos

monte dos pensamentos

Quem é o dono do Monte dos pensamentos?

E revelamos agora o segundo “segredo” da casa, para além do seu aspeto exterior único: até 1975, o Monte dos Pensamentos pertenceu ao escritor Ruben A., que aqui conviveu com outros homens de letras, como Miguel Torga. E continua a ser património da família, estando agora nas mãos de um dos seus filhos.

Quais são os pontos positivos e negativos do Monte dos pensamentos?

Aspetos positivos: O Monte dos Pensamentos está numa localização muito boa. Fora de Estremoz mas suficientemente perto para se sair para um passeio ou para jantar. Aspetos negativos: A piscina apesar de ser, cerca de metade das espreguiçadeiras têm apoios partidos, não permitindo nivelar a inclinação.

Quais são as melhores dicas para viajar para o Monte?

Os hóspedes podem relaxar na piscina ou desfrutar do sol no jardim. Há uma sala de jogos com bilhar, e várias actividades, desde caminhadas a passeios a cavalo, disponíveis no Monte. Bicicletas para alugar também estão disponíveis.

Qual o melhor prato para ir para Monte Verde?

Ir para Monte Verde é certeza de, pelo menos uma vez, comer fondue. O prato de origem suíça bate ponto em praticamente todos os cardápios — e mesmo quem não pretende sair do quarto à noite costuma poder pedir um da cozinha do próprio hotel.

Qual a melhor altura para viajar no Montenegro?

Add a comment... Instagram A melhor altura para viajar no Montenegro é nos meses de Verão, de forma a aproveitar as suas magníficas praias, algumas das mais belas da Europa. No entanto, nesta altura do ano, os alojamentos no Montenegro são mais caros e as multidões tomam conta das estâncias balneares do Montenegro.

Por que ir para Monte Verde?

Ir para Monte Verde é certeza de, pelo menos uma vez, comer fondue. O prato de origem suíça bate ponto em praticamente todos os cardápios — e mesmo quem não pretende sair do quarto à noite costuma poder pedir um da cozinha do próprio hotel. Dos ‘tradicionais’ feitos com queijo, carnes e chocolate, até outros com ingredientes inusitados.

Como fazer uma viagem ao Mont Saint-Michel?

A chave para programar uma viagem ao Mont Saint-Michel está na tábua das marés. O espetáculo de efeitos especiais da natureza só acontece nas marés altas, em períodos de luas cheia e nova, em dois horários por dia. São as chamadas “marés vivas”. O site oficial da cidade informa os horários das marés, que mudam diariamente.

Postagens relacionadas: