Funerária europa

funerária europa

Por que a funerária Europa pode ajudar na perda de um ente querido?

A perda de um ente querido é difícil e confusa mas a Funerária Europa pode ajudar. Com uma equipa sensível e experiente assumimos o compromisso de o auxiliar em todas as etapas deste processo. Conte connosco... Garantimos que as memórias vivam...

Quais são os aspectos importantes acerca das funerárias?

Outro aspecto importante acerca das funerárias é que em algumas cidades nem todos os serviços são prestados por elas pois a responsabilidade desses serviços é da municipalidade através do famoso Velório Municipal e nesse caso você pode ter que entrar em contato com uma prefeitura local para tratar de assuntos funerários.

Quem criou o Serviço Funerário?

Em São Paulo existe o Serviço Funerário do Município de São Paulo que é um órgão da Prefeitura de São Paulo criado pelo prefeito Jânio Quadros entre 1953 e 1955. Este órgão detém o monopólio municipal dos serviços funerários.

Quais são os clientes das funerárias?

Os clientes das funerárias podem ser o cidadão individual, mas podem ser também empresas, instituições conveniadas. Em muitos casos esses clientes estão vinculados às funerárias por meio de planos funerários.

Como funciona o Serviço Funerário Municipal?

As ações prestadas pelo Serviço Funerário Municipal vão desde a homenagem funeral até o sepultamento ou cremação do corpo. Os procedimentos são iniciados a partir da apresentação da Declaração ou Atestado do Óbito, concedido por médicos, hospitais, pelo Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) ou pelo Instituto Médico Legal (IML).

Qual a diferença entre serviço funerário e essencial?

Ser apenas essencial não pode mais ser considerado público, essencial é tudo e é nada, dependendo de quem afeta ou beneficia, o serviço funerário é sim essencial, mas não pode continuar a ser considerado público/estatal sob pena de mantermos um feudo medieval e perverso.

Como ser um agente funerário?

Para ser um agente funerário, é necessário possuir a educação básica, como o ensino fundamental e o ensino médio, e também cursos específicos da sua área de atuação.

Qual a importância da funerária para os municípios?

Para assegurar o direito individual de livremente escolher sua religião, a Constituição de 1891 laicizou a atividade funerária, confiando-a aos municípios. O tratamento permaneceu na Constituição de 1934 e perpetuou-se na prática dos municípios e no imaginário jurídico desde então.

Postagens relacionadas: